Este blog, que antes era a minha obsessão, passou a ser mero “vaso” guardando alguns anos de minhas impressões e lutas no que alguns chamam de “Movimento Umbandista”.

No passado frequentava, anônimo, dezenas de listas de discussões, incluso as mais famosas e antigas, ávido por a quantas andavam as coisas dentro do “movimento”. O que via, dia após dia, eram as mesmas mentiras, manipulações, culto ao ego de uns e outros, lutas entre facções, discursos hipócritas e um “idiota ovino” tratando os demais listeiros como crianças de jardim de infância, sempre colocando a si e aos seus “irmãos” de uma determinada “ordem iniciática” (que deveria se chamar “caos iniciático”…) como o supra-sumo da Umbanda.

Neste tempo todo fui ameaçado, caluniado, difamado… aliás, continuo sendo, só que decidi que nenhum tipo de postagem, seja em blogs ou comunidades virtuais, contra a minha honra pessoal, ficará sem resposta.

Atualmente, existem três processos de indenização contra a Google Internet do Brasil, por postagens caluniosas e difamatórias contra mim no Orkut e em blogs hospedados no “Blogspot”. Na seara penal, mais quatro processos tramitam, inclusive contra “figurinhas fáceis” do meio virtual, onde mais de trinta pessoas estão sendo investigadas e mais da metade já teve dados pessoais e de acesso fornecidos pelo próprio Google e outras empresas como, por exemplo, o Yahoo.

Somente de multas por descumprimento de ordem liminar, a Google pode vir a pagar R$ 9.600,00 à mim, sem prejuízo de eventual (e certa) condenação nestes processos. Obviamente, que assim que tiver os dados dos quadrilheiros, verdadeiros bandidos, forem disponibilizados nos autos eu os processarei por perdas e danos morais.

O mais interessante é que a bandidagem virtual não faz distinção de social ou territorial. Temos um advogado de Vila Velha/ES na lista, um idiota que se técnico de informática de Vitória do Santo Antâo/PE, um homossexual metido a “mestre de iniciação” de Belo Horizonte (junto com seus comparsas), gente do Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. Um verdadeiro apanhado de BANDIDOS, travestidos de religiosos, de todo o país.

Faz muito tempo que não existe mais “impunidade” na rede mundial de computadores, ainda mais quando o caso é de “lammers” e não de “hackers” profissionais. Estes idiotas sempre acharam que eu estava “morto”, que jamais reagiria frente aos insultos porque sempre consideraram que eu tinha algo a perder ou temer.

Erraram, o que também demonstra que Entidade, que é bom, estes imbecis não tem nenhuma na “cabeça”, pois se tivessem teriam sido avisados que era briga ruim comigo.As comunidades de Umbanda do Orkut e de outras comunidades virtuais, com raras exceções, se prestam a tudo, meno a discutir, com seriedade e profunidade a religião. São um antro de fofoqueiros, bandidos e caluniadores.

Então, pergunto: CADÊ UMBANDA?

Umbanda ?!?

Ah!, Umbanda… com certeza passa a anos-luz de distância desta corja.

Anúncios