Saindo um pouco da temática “hipocrisia de líderes umbandistas”, quero comentar sobre educação religiosa umbandista.

Sempre estou lendo emails de dirigentes de Templos pedindo informações, apostilas e a disponibilização de técnicas pedagógicas para o ensino da religião de Umbanda às crianças, sendo verdade que os escritores umbandistas não se preocuparam muito em desenvolver uma espécie de “catecismo umbandista” para elas, preocupando-se mais em doutrinar os adultos.

De toda forma, há algumas exceções, como é o caso da coleção “Atividades de Orixás“, criada por Yonar Peixoto e Emmanuel Peixoto. O material é baseado na visão teológica de Rubens Saraceni e pode ser encomendado pelo blog http://umbandainfantil.blogspot.com/.

Outra publicação disponível é “Umbanda e as Crianças“, de autoria de Doris C. Pires, da editora Madras, que mostra de forma bem didática conceitos básicos da religião, como breve biografia de Zélio de Moraes, quem são os Guias e Orixás, o significado da cor branca, dentre outras informações.

Uma outra obra lançada com o intuito de falar sobre Umbanda com as nossas crianças, é “Cartilha de Umbanda – Somente para Crianças” do Pai Joãozinho das Sete Pedreiras, também editado pela Madras.

Sou da opinião que a formação religiosa de nossas crianças desde a mais tenra idade, nos levará a ter uma nova geração de umbandistas mais interessados, de verdade, com a dignificação da nossa religião do que com seus egos inflados como vemos hoje.

Anúncios